Exercício de condução a baixa velocidade, onde o condutor, ao invés de referências visuais, baseia-se nas instruções que recebe via radio dos outros membros da equipa.

O objectivo é tornar o grupo mais integrado, reforçando o “espírito de equipa” e o sentimento de inclusão.

Melhora a forma como os colaboradores interagem e trabalham em conjunto.